segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Diet X Light

Existem algumas diferenças importantes entre os produtos denominados diet e os denominados light, apesar de eles serem comumente confundidos pelos consumidores.

Os produtos diet são alimentos especialmente formulados para atender às necessidades nutricionais de determinados grupos da população com condições fisiológicas específicas.

Assim, ser diet significa que na composição do produto existem quantidades insignificantes ou que ele é totalmente isento de algum nutriente.

É importante destacar que pode haver isenção de qualquer nutriente (açúcar, gordura, glúten, fenilalanina, etc.) e que, dessa forma, não significa que o produto tenha menor quantidade de calorias.

Já os produtos light apresentam a quantidade de algum nutriente ou do valor energético reduzida, quando comparado a um alimento convencional. A redução mínima que deve ocorrer é de 25%.

Alguns exemplos:

- Chocolate diet: é isento de açúcar, sendo substituído por adoçante. Entretanto, possui mais gorduras (para manter a consistência e o sabor) e, dessa forma, muitas vezes não tem menor teor de calorias. Por ser isento de açúcar, é recomendado para pessoas com diabetes.

- Sal light: tem redução de sódio quando comparado com o sal convencional. Pode ser recomendado para pessoas com pressão alta ou para aquelas que queiram diminuir a quantidade de sódio. Não existe alteração no valor calórico, pois o sódio não fornece calorias.

- Requeijão light: apresenta redução na quantidade de gorduras quando comparado com o convencional. Pode ser recomendado para pessoas com colesterol elevado ou para aquelas que queiram diminuir a quantidade de gorduras. Existe diminuição no valor calórico, pois as gorduras fornecem calorias.

- Refrigerante light: são chamados de light; entretanto, por serem isentos de açúcar, poderiam ser chamados de diet. E essa é a grande confusão!

Assim, na dúvida, além de observar se o produto é diet ou light, deve-se olhar a lista de ingredientes contida no rótulo para saber o que o compõe. Além disso, para saber a real necessidade de consumir esses tipos de produtos, consulte um nutricionista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário