quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Tipos de diabetes

O diabetes é uma desordem metabólica marcada pela elevação dos níveis de glicose no sangue (hiperglicemia).

Essa doença está associada a sérias complicações relacionadas à vascularização, afetando principalmente olhos (retinopatia diabética), rins (nefropatia diabética), pés (pé diabético), coração (infarto do miocárdio) e sistema nervoso (neuropatia diabética). Dessa forma, pode levar à morte prematura.

Quando se fala em diabetes, a primeira questão que deve ser abordada é a de que existem tipos diferentes dessa doença. São eles:

Diabetes gestacional
Ocorre uma alteração nas taxas de glicose no sangue que aparece ou é detectada pela primeira vez durante a gravidez. Pode persistir ou desaparecer após o parto.

É mais comum em mulheres obesas ou mulheres com história familiar de diabetes; entretanto, as causas exatas do aparecimento da doença são desconhecidas.

Diabetes tipo 1 (DM1)
É uma doença auto-imune caracterizada pela destruição das células beta produtoras de insulina. Ser auto-imune significa que o organismo identifica essas células do pâncreas como corpos estranhos, destruindo-as.

O DM1 surge quando o organismo deixa de produzir insulina e, por esse motivo, as pessoas portadoras precisam de injeções diárias de insulina.

Não se sabe ao certo os motivos que levam uma pessoa a desenvolver esse tipo de diabetes, mas normalmente está associado a fatores genéticos, a alterações no próprio organismo ou a alguma causa externa (emocional, por exemplo).

O DM1 é mais frequente em pessoas com menos de 35 anos; entretanto, ele pode surgir em qualquer idade (como no caso da Paula Toller, conforme postagem anterior).

Diabetes tipo 2 (DM2)
Além de um forte fator hereditário, o DM2 está bastante relacionado com a obesidade e o sedentarismo. Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes, estima-se que 60% a 90% dos portadores da doença sejam obesos.

Nesse tipo de diabetes ocorre o que se chama de “resistência insulínica”, ou seja, o pâncreas continua produzindo insulina; porém, existe uma incapacidade de absorção pelas células, aumentando a glicose no sangue.

A incidência do DM2 é maior após os 40 anos e é cerca de 8 a 10 vezes mais comum que o DM1.

Outros tipos de diabetes
Existem outros tipos de diabetes; porém, muito menos frequentes.

A próxima postagem será sobre os principais cuidados que um portador do diabetes deve ter!

Fonte: Sociedade Brasileira de Diabetes. Quem quiser maiores informações, segue o site: http://www.diabetes.org.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário