terça-feira, 17 de novembro de 2015

Coluna para a Revista Eléve - dietas da moda

Dia 11/11/2015 foi o lançamento da nova edição da Revista Eléve aqui em Porto Alegre e, a partir de agora, eu sou uma das colunistas!

Eu escrevi sobre as dietas da moda e os seus efeitos maléficos ao nosso organismo. E resolvi compartilhar o texto aqui no blog.

Segue abaixo:


"Para a maioria das pessoas, a palavra “dieta” é sinônimo de tortura, de passar fome e de se privar dos prazeres da vida. Talvez justamente por esse motivo, a maioria das pessoas busque um emagrecimento rápido e “milagroso”, que necessite do mínimo de esforço possível, especialmente quando os meses mais quentes do ano se aproximam.

Entre as dietas da moda que têm como objetivo o emagrecimento, talvez a mais famosa seja a que faz exclusão dos carboidratos, considerados vilões por quem quer manter-se com o corpo em forma. Em geral, a adesão a essa dieta é feita sem acompanhamento profissional e sem o conhecimento do quanto isso pode repercutir no seu dia a dia e na sua saúde.

Em alguns casos, os nutricionistas podem recomendar a redução/exclusão do nutriente, mas isso deve ocorrer através de um planejamento individual e com objetivos específicos.

Ao contrário do que se pensa, os carboidratos não são vilões. São, na verdade, fundamentais para a nossa saúde e para o equilíbrio do nosso corpo, e não devem ser cortados da alimentação. Os principais motivos para não cortar esse nutriente são:

Dieta desequilibrada 
Em primeiro lugar, uma dieta deve ser composta por todos os nutrientes (proteínas, carboidratos, gorduras, vitaminas e minerais), que são essenciais ao nosso organismo em uma proporção equilibrada. Assim, já podemos concluir que qualquer dieta que faça a exclusão de algum desses nutrientes não terá um bom resultado para quem quer perder peso de forma saudável. Problemas de saúde podem estar associados com esse tipo de alimentação, como elevação dos níveis de colesterol e triglicerídeos e desenvolvimento de doenças cardíacas e renais.

Humor alterado 
A redução ou exclusão dos carboidratos da dieta induz o corpo a uma queda na produção de serotonina (neurotransmissor conhecido como “substância do bem-estar”), na medida em que os níveis cerebrais da substância são dependentes da ingestão de alimentos fontes de triptofano e de carboidratos. Como resultado, é comum as pessoas ficarem mais irritadas e desanimadas.

Dificuldade de manter o peso 
Quando a dieta restringe algum nutriente, é comum a pessoa não conseguir mantê-la por muito tempo e acabar encarando-a como uma dieta que terá “início” e “fim”. Ou seja, como não há um processo de reeducação alimentar, a pessoa tende a voltar a se alimentar da mesma maneira que anteriormente e, claro, o peso também irá voltar. Resultado: efeito sanfona!

Compulsão por doces
A exclusão dos carboidratos da alimentação faz com que os níveis de glicose no sangue fiquem mais baixos, o que pode levar a uma compulsão por doces, já que o açúcar é o carboidrato de mais rápida absorção. O problema é que esse excesso de carboidrato de rápida absorção poderá ser convertido em gordura, e a dieta poderá ter o efeito contrário.

Exercícios físicos prejudicados
Privar o organismo de carboidratos sem orientação de um profissional habilitado pode resultar em fadiga, tontura, moleza, falta de energia para realizar exercícios físicos e queima de massa muscular para obtenção de energia. Além disso, a recuperação muscular fica comprometida, uma vez que o carboidrato tem papel fundamental na reformação do músculo após o exercício.

Assim, pense duas vezes antes de excluir esse nutriente da sua alimentação! Ao invés disso, para evitar os cinco problemas listados, opte pelos carboidratos considerados SAUDÁVEIS, que são provenientes de cereais integrais, grãos integrais, frutas e vegetais.

A melhor forma de emagrecer com saúde e de forma definitiva é através de mudanças de hábitos alimentares. A reeducação alimentar é um processo de aprendizagem exercido através de informações e orientações nutricionais específicas em que o indivíduo conhece e incorpora à sua rotina hábitos alimentares saudáveis.

Portanto, deixe de lado as dietas da moda e não tenha medo de mudar seus hábitos!"


Escrevi sobre as dietas da moda e os seus efeitos maléficos ao nosso organismo.